HISTÓRIA INDÍGENA- CONHECENDO AS PRINCIPAIS TRIBOS BRASILEIRAS

ÍNDIOS AIMORÉS

INDIOS BOTOCUDOS- TAPUIAS E AIMORÉS

Os índios Aimorés não são mais encontrados. Foram dizimados ao longo de nossa história. Eram grandes corredores e guerreiros temíveis, conhecidos ,também, como botocudos. Tiveram relevância em nossa história pois, através de guerras contra os colonizadores, responsáveis pelo fracasso das capitanias de Ilhéus, Porto Seguro e Espírito Santo. Eram do Grupo Macro-Jê e foram dominados e extintos apenas no início do século XX.

ÍNDIOS BORORO


Também conhecidos como Coxiponé, Araripoconé, Araés, Cuiabá, Coroados, Porrudos. Pertencem ao grupo linguístico  Macro-Jê. Os dados da FUNASA de 2006 indicam uma população de 1392 índios Bororo. Vivem atualmente no Mato Grosso, mas há vestígios da presença desses índios em uma longa faixa do território indicando um movimento de migração ao longo dos anos.

São coletores e praticam a agricultura de subsistência.Com uma história de muita resistência ao avanço das frentes e expansão de territórios, a “pacificação” com o povo Bororo ocorreu no final do século XIX. Destacam-se pela confecção de seus artesanatos de plumagem (cocar e braçadeiras em pena) e também pela pintura corporal em argila.

O funeral é o que mais chama atenção pela complexidade, podendo durar até dois meses. A morte de alguém pode provocar mudanças ou reforçar as alianças. Mas a tribo obedece a uma organização social rígida. São de língua tronco macro-jé, autodenominado boe. A aldeia é dividida em duas partes – exare e tugaregue – que, por sua vez, se subdividem em clãs com deveres muito bem definidos. Eles reconhecem a liderança de dois chefes hereditários que sempre pertencem à metade exare, conforme determinam seus mitos.

AWÁ-GUAJÁ



Índios que vivem, hoje, nos estados do Maranhão e na Reserva Indígena Awá, no Pará. Pertencem ao grupo linguístico dos Tupis-Guaranis. Praticam a agricultura itinerante, e o coletivismo constitui a principal atividade de sobrevivência. Cultivam mandioca, arroz, milho, batata doce, cará, banana, melão, melancia, feijão, cacau, laranja, maracujá. O uso do babaçu é freqüente principalmente em tempos de penúria, quando usam o fruto para complementar a dieta.

ÌNDIOS CAETÉS

Os índios Caetés foram considerados “inimigos da civilizção” logo nos primeiros tempos de colonização e acabaram sendo exterminados. Os índios Carijós ficaram famosos pois foram responsabilizados pela morte do primeiro bispo que veio para a colonia, o bispo Sardinha.


11 comentários sobre “HISTÓRIA INDÍGENA- CONHECENDO AS PRINCIPAIS TRIBOS BRASILEIRAS

    1. Por que rir? Isso é uma questão cultural..os índios não vêem isso como motivo de riso…Eles enxergam o nudismo com muita naturalidade..

      1. Andee infelizmente ainda temos muito que avançar… as pessoas continuam não conseguindo sair do lugar comum e observar a riqueza das diferenças culturais.

  1. Sou descendente dos aimorés, eles não existem mais, porém seus descendentes sim! Sou do Extremo Sul da Bahia, região de Prado/Porto Seguro, onde os colonizadores tiveram o primeiro contato com os nativos da Terra Brasilis.

    1. Andee… obrigada pela participação… sua consideração vai ser recolocada no post… infelizmente os livros trazem informações pouco precisas. Mas gostaria de aproveitar esse espaço para convidá-lo para uma entrevista, pode ser via email mesmo falando um pouco mais sobre os aimorés. Se você tiver interesse por favor nos responda!!! abraço. Bárbara

    2. Você tem dados da história dos aimorés, a história antiga? Eles foram dizimados e você é um descendente… significa que você é filho de aimoré com outra raça, branca ou negra? Como chamam os descendentes? Ouviu ou leu sobre a “terra das Araras vermelhas?” Espiritualmente, parece ter a ver com os aimorés.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s