AULA DE HISTÓRIA GERAL- O MUNDO SOCIALISTA

Aula Extra ministrada no dia 04/09/2010, nas Unidades da São Paulo e Venda Nova.

Meninos desculpem a demora… estou em reforma!!!!

DOWNLOAD: AULA HISTÓRIA GERAL MUNDO SOCIALISTA

Anúncios

12 comentários sobre “AULA DE HISTÓRIA GERAL- O MUNDO SOCIALISTA

  1. Eu preciso das aulas em que fala das Revoluções Burguesas (Oliver Crowell) e Revolução Gloriosa. NÃO CONSIGO achá-las inseridsa em nenhuma aba do blog. Pode me informar onde ela se encontra?
    Obrigada.

  2. Olha que interessante esse trecho:

    “O socialismo não é uma sociedade de beneficência, não é um regime utópico baseado na bondade do homem enquanto homem. O socialismo é um regime a que se chega historicamente e que tem por base a socialização dos bens fundamentais de produção e a distribuição eqüitativa de todas as riquezas da sociedade no interior de um marco onde existe produção do tipo social. Quer dizer, a produção que gerou o capitalismo; as grandes fábricas, as grandes fazendas capitalistas, as grandes extensões de terras capitalistas, os lugares onde o trabalho do homem se fazia em comunidade, em sociedade; mas, naquela época, o aproveitamento do fruto do trabalho era feito de modo individual pelos capitalistas, pela classe exploradora, por aquela que possuía juridicamente os bens de produção.”

    GUEVARA, Ernesto Che. In. Che Guevara: Política. Eder Sader (org.) São Paulo: Expressão Popular, 2004. p. 244.

    Abração professora!

    1. Muito interessante mesmo thais… uma excelente definição do que se pretendia com o sonho do socialismo! Mas é bom lembrar que até mesmo Fidelzão já viu que, do jeito que imaginavam, o socialismo não tem condições de se firmar… vivemos pela economia, infelizmente, pela economia cruel e puramente capitalista… Pensemos mais juntos… o que você acha?

  3. Felipe, eu sou a favor do social; me revolto com todas as injustiças desse mundo e meu sonho (utópico, pode se dizer) seria um mundo onde as pessoas pudessem viver bem e não se conformar com todas essas desgraças que vemos por aí (fome, guerras, miséria)… como naquele canção do Lennon: “Imagine no possessions, I wonder if you can, No need for greed or hunger, A Brotherhood of man…”
    Talvez por isso eu me identifique com o socialismo, mas sei reconhecer que não há espaço para igualdades no capitalismo que domina o mundo e temos que viver sobre esse sistema, querendo ou não, é uma realidade triste; mas pouco se pode fazer quanto a isso. Quando eu falo identificação com socialismo não estou querendo dizer que apoio ditaduras em prol disso, muito pelo contrário, se você deseja o bem para as pessoas não se pode privar essas mesmas pessoas de serem livres como indivíduo! Mas nesse mundo não há espaço para o socialismo, a ganância dominou o mundo. Termino com dois trechos que adoro:

    ” VIII

    O poeta
    declina de toda responsabilidade
    na marcha do mundo capitalista
    e com suas palavras, intuições, símbolos e outras armas
    promete ajudar
    a destruí-lo
    como uma pedreira, uma floresta,
    um verme.” (Nosso Tempo, Drummond)

    “Três paixões, simples, mas irresistivelmente fortes, tem governado a minha vida: a ânsia de amar, a busca do conhecimento e uma insuportável compaixão pelo sofrimento da humanidade. (…)” (Bertrand Russel)

    ps: dia pra Babi que assim que passar essa doideira do Enem eu gravo o DVD do Chico pra ela.

    Abraço pra vocês, bom fim de semana!

    1. Pois é minha cara Thais… as coisas nas palavras ficam muito tentadoras. As idéias são sempre melhores do que o que vemos em nosso injusto mundo. Mas é muito importante que nos liguemos que são idéias, ideais, não reais! As dificuldades que temos em transpor a máquina que se impôs a nós são gigantescas! Por isso acredito em uma mudança vinda não da política, mas sim dos seres humanos em seus círculos reais, em suas relações reais, e não políticas. Só mudando um pouco o interno de cada um de nós poderíamos sonhar com algo mais justo para nosso mundo, não é mesmo?

      um forte abraço pra você também e um ótimo final de semana!

  4. Com certeza Felipe. A política dificilmente mudará algo real, precisamos fazer o melhor que podemos nesse mundo louco e passar adiante melhores exemplos para o próximo. Palavras podem dominar o mundo, modificar ideais, iludir, permitir: depois que descobri isso nunca mais consegui me separar delas; hihi.

    Beijão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s