A DITADURA DA DEMOCRACIA – UMA REFLEXÃO SOBRE A POLÍTICA BRASILEIRA

Segunda Edição

Pois é galera… Estamos mais uma vez na eminência de uma eleição presidencial… E todo mundo sabe da fama que temos, nós brasileiros, além de sentirmos na pele o peso da nossa falta de compromisso com o papel na participação na política que nosso país tanto precisa. Não fiquemos então parados. Pensemos um pouco a respeito, afinal de contas, atuar politicamente hoje passa leras de distância do que alguma vez na história tenha sido…

A breve História do cidadão brasileiro:

A vida política ativa brasileira, ou seja, a participação do povo brasileiro como sendo responsável pela escolha de seus representantes no governo é muito curta… passou por vários momentos conturbados e ainda não nos vemos plenamente como, pelo menos politicamente falando, capazes de mudar alguma coisa… Por que será?

Só pra gente lembrar:

1500 – 1822: desde o nascimento do Brasil, a sua descoberta e o contato com os europeus, até o momento da proclamação da independência, o país e, obviamente, sua população foram completamente excluídos das rédeas políticas que reinavam no seu território…

1822-1889: … no período que se seguiu, o Brasil se fez um império, bem aos moldes europeus e trazendo de terras européias todas as idéias e tradições que mantinham o poder monárquico com soberania sobre os seus súditos. Juntamente com essas idéias e tradições tivemos importada da europa a prática de manter o povo o mais afastado possível de qualquer que fosse a atribuição de poder público.

1889-1930: temos enfim a república… que se instaura seguindo outros moldes (EUA, por exemplo), mas mantendo sempre o populacho, as camadas mais prejudicadas da sociedade sem a chance de representar-se. Na política da república oligárquica o povo seria apenas fantoche para que tudo saísse como o planejado para os potentados que detinham o poder político…. até que nos chega, após o surgimento de movimentos sociais mais significativos (na década de 1920 explodiam greves e movimentos de viés esquerdista no Brasil)…

Reza a lenda que o monarquista roxo, Deodoro da Fonseca, estava de cama e doente quando a galera chegou e disse: "Façamos a República Marechal!", ele respondeu então "Eu já falei que sou monarquista, porra!". Mas a surpresa veio quando disseram "mas você vai ser o presidente". O barbudinho deu logo um salto da cama rumo ao poder... Na cena ao fundo, salvo engano, está retratada a "proclamação" dessa nossa república.

1930-1945: Getúlio!!! É… o Getúlio Vargas, que, por mais que se diga o quão importante foi este estadista para o Brasil temos que ter consciência que 15 anos no poder sobem a cabeça… o homem era um ditador, que pode até ter trazido progressos para o Brasil em suas indústrias, revolucionou trazendo para o governo a responsabilidade para com as necessidades dos trabalhadores, etc… mas a vida política da população brasileira não mudou em praticamente nada, uma vez que o governo do qual falamos, insisto, foi uma ditadura!

A Revolução de 1930 colocava no cenário político um dos homens que simbolizaram mais mudanças políticas do que o Brasil jamais viu.... Instaurara-se também uma nova forma de governo, amarrando o país ao redor de sua sagrada figura e direcionando para outros rumos os caminhos do povo brasileiro!
Pira na pinta do sulista louco que tomou as rédeas da nossa vida política por longos anos!

1945-1964: Uma luzinha de democracia vem brilhar no céu dos brasileiros! Mais… foi facil? Foi tranquilo? Não… a população ávida de participação política e sem um histórico que a beneficiasse, sem base para fazer escolhas que melh0r atendessem às reais demandas do país, acabava por ser vítima de propagandas políticas e construções de candidatos, reviravoltas no quadro político, ilusão com desenvolvimento…. até que a situação tornou-se explosiva… e quando parecia que a situção política e social iria dar uma reviravolta, beneficiando dessa vez, quem sempre foi esquecido…  a elite, acostumada com o poder e a estabilidade mantida pelo afastamento do povo das decisões importantes, dá um jeito… aonde caímos?

É engano meu ou só tem figurassa pra ser presidente dessa porra?!


1964-1985: Ditadura Militar! Durante 21 anos mais o povo se vê completamente excluído da política brasileira… com o agravante das consecutivas ações dos militares contra a liberdade do povo… o bicho pegou durante muito tempo, e o povo continuava ludibriado, embriagado de futebol, propagandas, desenvolvimento e privação do direito de pensar…

Você consegue se sentir na pele desse maluco hoje em dia?


Só gente fina! Estávamos a salvo!😉


Aonde fomos parar com tudo isso?

Como se diz.... "Vossa excelência é um grande filho da puta!"


Moçada! Pensem comigo sobre a nossa vida enquanto brasileiros a partir de 85…. mas sejamos diretos… Vivemos desde 1985 um processo de redemocratização do país… mas que democracia é essa? Trata-se da democracia participativa – na que os cidadãos escolhem por meio do voto os seus representantes… Só pra começar, se olharmos bem a fundo (citemos o exemplo das últimas eleições para prefeito de Belo Horizonte) os candidatos nos são impostos por uma máquina completamente corrupta e obsoleta! E essa máquina persiste e nos engana até hoje… Pra saber que eu estou falando sério, suponhamos: O nosso presidente ausenta-se para qualquer eventualidade (viajens, tratamentos de eventuais problemas de saúde, apoio na campanha de algum candidato, etc)… e suponhamos ainda que o nosso vice-presidente, como tem sido correntemente necessário, fica por algum motivo afastado das atividades competentes ao seu cargo… SABE QUEM FICARIA RESPONSÁVEL PELO CONTROLE DO PAÍS, ENQUANTO REPRESENTANTE DO POVO BRASILEIRO?

Sim meus queridos… Sr. Presidente do Senado José Sarney… o mesmo cara que era presidente da ARENA (quando do regime militar e a imposição do AI2, o Brasil poderia ter apenas dois partidos – MDB, de oposição ao regime,  Arena, partido de sustentação do regime militar), que virou dono do Maranhão por meios de enriquecimento muito questionáveis e que ultimamente foi vítima de acusações seríssimas, que foram simplismente arquivadas, esquecidas!

Estes senhores, a exemplo do nosso Sarney, instauraram-se no poder aproveitando brechas ainda existentes no sistema democrático do nosso país. Forçando por meio de corrupção brava o alinhamento dos votos preciosos espalhados pelo Brasil, essas múmias ainda tomam conta do nosso país. Instauraram a ditadura da democracia, tendo legitimidade através de votos, que mesmo os eleitores não conseguem compreender a sua força.

O que fazer com essa situação?

Bem, pessoal… o que se deve fazer é, simplismente pensar… Discutam essas questões em casa, com amigos e não permitamos mais que isso aconteça por nossa falta de compromisso… É sim importante dar uma pesquisada em candidatos e descobrir, encaixá-los em nossa história, pesando na balança para nos darmos o menos mal possível… Abster-se dessa responsabilidade pode, também ter um caro preço a ser pago por nós mesmos…


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s