LENDO A HISTÓRIA: Série – O Gênio Chesperito! – Chapolin Colorado, o personagem esquecido pela História…

Salve, salve companheiros leitores! Inicia-se agora uma parada muito legal, que vai agradar muito os doidos que curtem Chaves e vão curtir até a melhor idade, sem mencionar no deleite que não é pra mim fazer a seleção dos vídeos e “comentá-los”. Apenas mais um plus dessa nossa novidade: os vídeos não serão legendados ou dublados! Como já vimos muitos episódios e estamos acostumados com os jargões de cada personagem, é só ficar bem atento e tentar reconhecer o que vocês já conhecem! A eloquência do professor Girafales nos é uma valiosa arma para aprender o espanhol latino-americano dito culto! E prestem muita atenção nos tons de voz utilizados pela sarcástica “Chilindrina”!

Nos anos 80 começam a ser gravados os programas do Chesperito, com vários quadros de muito sucesso (Chapolin, Dr. Chapatin, A turma do Chaves, etc). Rolaram várias tretas de entra e sai de elenco, mas eu não vou me ater a isso (vai o link pros tarados: http://pt.wikipedia.org/wiki/Programa_Chespirito). O fato é, estavam lançadas as bases da produção humorística na televisão Latino Americana para até os nossos dias em que vivemos a morte triste de um estilo genial!
A decadência está BIZARRA!!! Moçada, ali em cima existem pessoas afetadas, coisas pitorescas, representações medíocres… E por quê será que não se vê nada de consistente produzido em comédia hoje em dia pelos grandes manipuladores da sociedade? Transformaram-nos em monstros privados de uma boa risada, presos em nossos apartamentos condenados a ver jogos do Flamengo sempre que precisarmos desopilar o nosso fígado da vida cruel? A nossa sociedade produz a sua própria cultura, se lembram desse papo? Daquele todo de a cultura ser expressão histórica de um determinado grupo de seres humanos em um determinado local vivendo sob certas condições específicas? Aaaa, lembrou? Então… Só produzimos merda com o nosso estilo de vida deplorável e nossos padrões distorcidos, produzido por máquinas que deveríamos, o quanto antes, quebrá-las!

Tentemos nos sentir como um cara da década de 70, 80 com seus primeiros televisores, sacou?! Voltemos ao começo da treta, encontraremo-nos com os verdadeiros gênios que foram escravizados pela grana e sustentam o maior veículo de colonização jamais imposto sobre a população americana! E não se enganem! Quanto mais polegadas tiver o seu televisor, mais pesada e espessa são as correntes que te prendem a um mundo sem sentido, contra o qual lutavam esses magníficos seres humanos, com todos os defeitos, causos e malidicências que todos nós carregamos! Viagem mesmo galera, o cara É UM GÊNIO!

Dicas para fácil entendimento:

  • Quando os personagens alemães estiverem falando, não se esforcem… É só palhaçada!
  • Os planos de Napoleão Getúlio Hitler são muito bem explicadinhos, aí é só atenção, mas dá pra ir…
  • Quando Chapolin estiver em cena, tentem se lembrar dele falando no SBT… As suas frases em espanhol são demais! Vocês vão ver!
  • Fiquem atentos aos objetos utilizados pelos atores, pela sua exploração do reduzido, porém, rico cenário, e as suas entonações de voz…. vai ser bem tranquilo.
  • O plus de chaves, que me atrai desde pequenino são as risadas (vozes de pessoas gravadas em um Mega-Drive, com adptador para Sega Saturno ;-)) que puxam a atenção do público pra onde o safado do Chesperito quer…

Os detalhes são muitos, mas são dignos de muita atenção! O cara é demais! Quem são os caras que fizeram A queda perto desse monstro!

Pronto… comecemos pelo poder de manipulação que Chesperito consegue colocar os demais personagens sem muita dificuldade… geralmente esses momentos são de voz mais tranquila, gesticulação graciosa e circular… A voz doce, mas ao mesmo tempo firme, guia os pensamentos dos paspalhões que terminam o raciocínio em trapalhadas… Mas isso é muito sério… O cara simplesmente lista as características de todos os líderes que nos lembrarão sempre a figura de Hitler (pois esse era o melhor ator de todos), uma a uma… Isso é fazer história, entenderam?!

Com final glorioso Chesperito reitera os argumentos que embasam essa sessão do site: uns vão dizer que x, outros que y…. per supuesto…


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s