LENDO A HISTÓRIA: Mao e sua Revolução

Salve, salve amigos leitores! Falemos e pensemos um bocadinho sobre a China, a pedido de um caro amigo.

A China é hoje a potência mundial com maior relavância, principalmente no campo econômico. É importante estar de olho nos antecedentes dessa nação que hoje comanda!

Voltemos a um nome importante: Mao Tsé-Tung. Esse cara foi o responsável pela expulsão dos capitalistas da China que se reuniram na Ilha de Formosa. Não sem antes conseguir expulsar os japoneses que dominavam a China com o apoio da população rural.

Entretanto a sua política precisava de alicerces mais sólidos do que as referências socialistas que não se enquadravam no que estava sendo desenvolvido por Mao. Após o fracasso do Grande Salto Para Frente que foi uma política de crescimento econômico completamente estabanada que gerara fome aos chineses, Mao precisava de uma manobra para se manter no poder. Instaurou-se a Revolução Cultural.

Essa Revolução era embasada na doutrina do Livro Vermelho e no recrutamento de fiéis soldados junto aos universitários chineses. Tal manobra tinha por objetivo a perseguição e a eliminação dos opositores ao governo de Mao dentro do Partido Comunista.

A UNICAMP cobrou isso no ano passado. Vejamos como foi:

 

(UNICAMP-2010)

No ocidente, as relações de Mao Tsé-Tung com o marxismo foram objeto de discussão. Alguns estudiosos questionaram se Mao era realmente um marxista, enquanto outros argumentaram que seu pensamento estava baseado no stalinismo e não acrescentava nada de original ao marxismo-leninismo. As idéias de Mao só foram reconhecidas internacionalmente pelo termo “maoísmo” depois da Revolução Cultural.

(Adaptado de Alan Lawrence, China under communism. Londres e Nova York: Routledge, 2000, p. 6.)

a) Identifique no texto duas visões diferentes sobre o pensamento de Mao Tsé-Tung.

b) O que foi a Revolução Cultural na China?

 

A questão A nos faz pensar sobre a diferença colocada por autores que tratam Mao hora como intérprete puro do Marxismo e hora como um adepto do Stalinismo e nada mais. Já a questão B nos leva ao segundo vídeo do post, que nos explica em um maravilhoso português lusitano o que precisamos saber.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s