A expansão do comunismo, fora da Europa, durante a Guerra Fria

Novamente o assunto da vez é a Guerra Fria. Muito falamos sobre o combate ideológico travado entre os EUA e a URSS. mas no dedicamos pouco à expansão do comunismo em regiões fora da Europa. Para melhor compreendermos a Guerra Fria, torna-se indispensável o conhecimento sobre a amplitude do bloco socialista.

O mundo bipolarizado

O primeiro grande Estado a seguir os passos comunistas foi a China. Estudar o desenvolvimento político e econômico desse país se torna uma missão cada vez mais importante, uma vez que o novo cenário geopolítico mundial tem como destaque essa nação.

Já em 1921, estimulado pela Revolução Russa foi formado o Partido Comunista Chinês (PCC), que inicialmente operava junto à Kuomitang(KMT), partido de cunho nacionalista que buscava o poder através da contenção da influência dos generais locais que disputavam poder. O crescimento da Kuomitang fez com que eles acabassem se afastando dos comunistas, levando a uma guerra que só terminaria com a vitória de Mao Tse Tung, líder do PCC, em 1949. A guerra que levou os comunistas ao poder foi acentuada com a invasão da Manchúria e de outras localidades da China pelos japoneses em 1931. Essa política imperialista japonesa refletia a necessidade de uma maior organização política, capaz de defender a nação de tais anseios imperialistas.

Após conquistar o poder, Mao também deu início a uma política expansionista invadindo o Tibete em 1951. Apesar da revolta dos tibetanos o país segue até os dias de hoje sob o comando chinês.

COREIA

A Coreia estava sob o controle do Japão desde 1910.No entanto, após a Segunda Guerra Mundial e a consequente derrota dos japoneses o país foi dividido em duas zonas: o norte, ocupados pelos russos e o sul, pelos norte-americanos. Em 1950 a Coreia do Norte, de orientação comunista, invadiu a Coreia do Sul. A ONU ajudaram o Sul enquanto os chineses ajudavam o norte. Essa guerra acabou se tornando um exemplo da violência gerada pela Guerra Fria, nas chamadas zonas periféricas, terminando em 1953 sem grandes alterações, o território continuou dividido.

VIETNÃ, LAOS, CAMBOJA E MINAMAR

Esses três países pertenciam à chamada Indochina, que desde meados do século XIX estava sobre o controle da França. A independência do Vietnã ocorreu em 1954 e logo em seguida o país oi dividido em duas zonas. O norte de orientação comunista e o sul não comunista. Pensava-se nessa divisão como sendo algo temporário, no entanto a situação se prolongou por um tempo maior do que o esperado. Até que uma rebelião no sul contra o governo corrupto estourou com o apoio de tropas do vietnã do norte. Esses guerrilheiros do norte ficaram conhecidos como vietcongs. Os Estados Unidos, defendendo os interesses do sul, não comunista, tentavam a todo o custo barrar o avanço do comunismo na região. A participação dos Estados Unidos foi muito questionada, principalmente por sua própria população, a guerra se estendeu por mais tempo do que o esperado e as baixas dos dois lados eram consideráveis. O resultado foi a retirada dos Estados Unidos a partir de 1973. Em 1975 o pais foi reunificado sob um governo comunista. Laos e Camboja e Minamar (antiga Birmânia), vizinhos da região acabaram adotando, também governos comunistas.

ÁFRICA

A África assistiu à instalação de governos com fortes conexões marxistas em Moçambique, em 1975 e Angola, em 1976. As duas nações tinham acabado de conquistar suas independências de Portugal. Isso causou mair alarme e interferências do mundo capitalista.

Durante a segunda metade dos anos 1970, começou o período de degelo da Guerra Fria, ou seja um maior relaxamento das tensões, também conhecido como détente. Ainda assim podemos observar intervenções como a do Afeganistão, em 1979. A situação somente sofrerá alterações profundas com a ascensão do governo de Gorbachov, na URSS. Esse governo fez um real esforço para acabar com a Guerra Fria culminando na dissolução do comunismo no leste europeu. Em 1991 o bloco comunista estava desintegrado e as Alemanhas foram reunificadas. Embora o comunismo se mantivesse na China, no Vietnã e na Coreia do Norte, a Guerra Fria estava definitivamente encerrada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s