O Bloqueio de Berlim – Uma Guerra Fria, mas nem tanto assim…

A Segunda Guerra Mundial acabou e a Alemanha não representava mais uma ameaça. As nações vitoriosas realizaram duas conferências, a de Yalta e de Potsdam, nas quais decidiram que a Alemanha e Berlim seriam divididas em quatro zonas, dividias entre Inglaterra, França, URSS e EUA.

A divisão da Alemanha acabou gerando a primeira grande crise da Guerra Fria. A Alemanha estava dividida e as divergências em relação ao tratamento dados as zonas se tornou um ponto crucial no desenvolvimento da crise.  As três potências ocidentais ( Inglaterra, França e EUA) faziam o melhor que podiam pela organização econômica e política de suas zonas. Enquanto isso, Stalin, estava determinado a fazer com que a Alemanha pagasse por todo o dano causado a Rússia, ou seja, tratava sua zona como satélite drenando seus recursos.

A divisão da Alemanha após a Conferência de Postdam

As potências ocidentais contaram com o Plano Marshall, deliberado pelos Estados Unidos, que visava a recuperação da economia da Europa Ocidental. Para alavancar ainda mais o clima de prosperidade, as três zonas ocidentais da Alemanha foram fundidas para formar uma unidade econômica, forte e com possibilidades claras de crescimento. O projeto contava, na verdade, com a unificação de todas as zonas e a consagração de um autogoverno. No entanto, Stalin resistiu, mantendo a sua zona separada, com um governo comunista, diretamente ligado à URSS.

As diferenças de desenvolvimento entre a Alemanha Ocidental, capitalista, e a Oriental, socialista, eram cada vez maiores.  Em meados de 1948, a Alemanha Ocidental conquistou uma nova moeda e acabou com os controles de preços em sua zona e em Berlim Ocidental. Para os soviéticos a situação tinha chegado no limite, o desenvolvimento do lado Ocidental provocava fortes ondas de migração, os alemães desejavam a todo custo fugir dos flagelos impostos pelo governo soviético.

O ponto critico dessa situação era mais notado em Berlim. Pois a capital da Alemanha encontrava-se dividida, dentro da zona soviética. Para eles era inadmissível uma ilha de capitalismo dentro da zona comunista. Era impossível manter duas  moedas diferentes na mesma cidade. Como resposta a esse problema, Stálin fechou todas as ligações por estradas, ferrovias e canais entre Berlim Ocidental e a Alemanha Ocidental. O objetivo era forçar o Ocidente a se retirar de Berlim.

Não era o momento adequado para qualquer recuo ou retaliação militar, e as potências Ocidentais sabiam disso. Então ao invés de reagir ao bloqueio eles optaram por contornar a situação levando suprimentos de avião. Stalin pensaria duas vezes em atacar os aviões de transporte. Mas como precaução, o presidente norte-americano Truman enviou uma frota de bombardeiros que ficaram posicionados nas pistas de decolagem da parte Ocidental.

Stalin acreditava ser impossível manter Berlim Ocidental apenas utilizando o transporte aéreo

A missão era fantástica. Suprir uma cidade inteira utilizando apenas o transporte aéreo era uma empreitada jamais vista pelo mundo até então. Durante 10 meses, dois milhões de toneladas  de suprimentos foram levados de avião, atendendo a demanda de uma população de 2,5 milhões de habitantes. Stalin não resistiu, seu projeto era bom, mas a solução encontrada pelo Ocidente superava todas as expectativas e acabava reforçando toda a superioridade  do capitalismo na região e em maio de 1949 o bloqueio acabou suspenso.

A parada que rolou na Alemanha foi uma treta muito grande como vocês puderam observar, naturalmente o mundo deu uma balançada e o medo de um possível conflito militar de caráter militar voltou a assombrar. Como consequência desse acontecimento podermos ressaltar o impulso psicológico dado ás potências Ocidentais, que obviamente tiveram uma demonstração clara do medo e da fragilidade do mundo comunista. A impossibilidade de qualquer acordo condenou a Alemanha a permanecer dividida  até 1990, se tornando o maior símbolo da Guerra Fria. E por fim ,vale observar que as potências Ocidentais se assustaram com o Bloqueio e perceberam a falta de uma organização e prontidão militar, o que acabou levando a uma melhor articulação das defesas por meio da formação da OTAN.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s